Login: E-mail Senha Lembrar senha

Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor - Tel: +55 11 5904-2881 / 5904-3959 - Whatsapp: 11 99408-0079

As melhores e as piores posições de dormir e como isso afeta sua saúde


Você sabe quais são as piores posições para dormir?


Pois é!
 
Até com isso devemos nos preocupar, já que uma boa noite de sono melhora a saúde do corpo, mente e aumenta o senso de humor.
 
Por outro lado, uma péssima noite de sono pode resultar em ronco, azia, mau humor e até mesmo rugas.
 
Vejamos os prós e os contras das posições em que normalmente dormimos:
 
1. Dormir de barriga para baixo
 
Não é uma boa ideia, apesar de aliviar o ronco.
 
Ocorre que esta posição achata a curvatura natural da coluna vertebral, causando dor lombar.
 
Além disso, a cabeça fica voltada para um dos lados e isso força o pescoço e pressiona a pele do rosto - acredite, isto pode causar rugas com o passar dos anos!
 
Em resumo, esta não é uma boa posição para dormir.



2. Dormir de barriga para cima
 
Esta é uma boa posição para a espinha dorsal e pescoço, pois não força nenhuma parte do corpo.
 
Além disso, dormindo assim, você não estará forçando a pele do rosto, evitando o surgimento de rugas.
 
3. Dormir de lado
 
Não é qualquer lado, na verdade.
 
Os médicos aconselham às grávidas - principalmente - que durmam viradas para o lado esquerdo, pois isso melhora a circulação.
 
A vantagem é tanto para a mãe como para o bebê.
 
Se durante a gravidez, a gestante dormir de barriga para cima, vai acabar forçando a coluna sobre a parte inferior das costas.
 
Dormir de barriga para baixo, por razões óbvias, para as futuras mamães, não é uma boa ideia.

Agora, se o caso não é de gravidez, a vantagem de dormir para o lado esquerdo é que a gente pode aliviar azia e refluxo ácido.
 
Bom, há mais uma recomendação.
 
O fisioterapeuta Jean Robart, do  Northeast Rehabilitation Hospital, rede de hospitais dos Estados Unidos, diz que o ideal é colocar um travesseiro entre os joelhos para alinhar os quadris e melhorar as articulações.
 
A Associação Americana de Quiropraxia concorda com o dr. Robart e diz que o travesseiro distribui uniformamente o peso do corpo durante a noite, dando uma sensação de conforto até o outro dia pela manhã.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home